Centro

O Centro de Portugal é uma conjugação de cenários antagônicos de serra e mar, semelhantes na beleza e no encanto, que ocupam um território demarcado pela fronteira com Espanha e pela Costa beijada pelo deslumbrante oceano Atlântico.
Região encantadora, de paisagens verdejantes, aldeias históricas e uma Costa fascinante, o Coração de Portugal mescla história, tradições e modernidade.
No interior, todo o esplendor de sua natureza com seus maciços montanhosos, a sua vegetação riquíssima, os ofícios tradicionais e as Aldeias Históricas, como Belmonte e Piodão.
No litoral, o mar reina com todo o seu esplendor e grandiosidade. Palco das melhores ondas do país, as praias de Peniche e Nazaré são procuradas por surfistas de todo o mundo, consagrando os mais habilidosos e destemidos.
Mosteiros, capelas, conventos, igrejas, sinagogas e museus de arte sacra constituem um rico patrimônio histórico-religioso, que tem no Santuário de Fátima um lugar emblemático.
Demonstrando ser uma região culturalmente rica, com uma gastronomia saborosa e inigualável, com paisagens definidas por elementos da tríade mar, cidade e serra,  explorar o Centro é encontrar uma diversidade encantadora.
 

O centro de Portugal é dono de um diversificado patrimônio histórico, religioso e natural.
As Berlengas, a lagoa de Óbidos, os Passadiços do Paiva e os Parques Naturais da Serra da Estrela e das Serras de Aire e Candeeiros exemplificam a beleza natural do Centro de Portugal.
O patrimônio histórico e monumental é assinalado no Mosteiro de Alcobaça, no Mosteiro da Batalha, no Convento de Cristo de Tomar e na Universidade de Coimbra, um conjunto histórico-cultural classificado como Patrimônio Mundial da UNESCO.
Uma visita ao Centro de Portugal passa, inevitavelmente, pelo Santuário de Fátima, um dos locais mais sagrados do mundo, que homenageia a Nossa Senhora.
Belmonte e Tomar são igualmente detentoras de patrimônio religioso com uma forte marca dos judeus sefarditas.
A calma ria de Aveiro e as casas às riscas da Costa Nova, a Aldeia Histórica de Piódão e as secretas Grutas de Mira d´Aire são alguns dos exemplos da beleza contrastante do Centro.
Em Peniche e Nazaré pode encontrar praias belíssimas e ondas procuradas por surfistas de todo o mundo.
O centro de Portugal conjuga o mar e a montanha, a natureza e a aventura, o artesanato e as festividades, a gastronomia e as tradições, resultando numa interessante e diversificada descoberta.

A região centro é conhecida pela sua inigualável e rica gastronomia e pelos produtos regionais como as cerejas do Fundão, o Queijo da Serra da Estrela e os Vinhos do Tejo, Beira Interior e Dão.
Nos pratos de carne são célebres a Vitela Assada à Moda do Sever de Vouga, o Cabrito do Fundão, o famoso Leitão da Bairrada, o Ensopado de Borrego e o Rancho à Moda de Viseu.
Os sabores do mar marcam presença na Sopa de Peixe, no Peixe Grelhado e na Caldeirada. Referência gastronômica do Centro é também a Lampreia à Bordalesa, da ria de Aveiro.,
Para além dos pratos tradicionais, merece ser provada a doçaria mais deliciosa, em particular os doces conventuais. A oferta de doçaria é tão vasta quanto os encantos da região, há o Pão-de-ló de Ovar, os Ovos Moles de Aveiro, as Queijadas de Coimbra do Convento da Nossa Senhora da Natividade, os Pastéis de Lorvão, os Pastéis de Tentúgal, as Brisas do Lis de Leiria, as Papas de Milho e o Arroz Doce de Viseu, entre tantos outros.
Nos vinhos são famosos os tintos aveludados do Dão e os brancos e espumantes sublimes da Bairrada.

Em 1139, D. Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, decidiu mudar a capital de Guimarães para Coimbra, que conservou esse título até 1256.
A 13 de maio e a 13 de outubro, milhares de fiéis se reúnem no Santuário dedicado à Virgem que apareceu em Fátima.
A Universidade de Coimbra é uma das mais antigas do mundo e foi considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO.
O Mosteiro de Alcobaça acolhe os túmulos de D. Pedro e D. Inês de Castro, protagonistas do mais trágico amor da história de Portugal.
Atravessada por um canal, a cidade de Aveiro é conhecida como “Veneza Portuguesa”.
Viriato é considerado um herói Lusitano que protegeu Viseu dos invasores romanos.
A Serra da Estrela é o ponto mais alto de Portugal continental.
A etapa portuguesa do WSL realiza-se em Peniche e já consagrou os brasileiros Medina, Souza e Toledo.

Mosteiro da Batalha
Costa Nova
Tomar Fátima Coimbra Viseu Belmonte Serra da Estrela Aveiro
Estamos empenhados em prestar-lhe o melhor serviço
loadingPor favor, aguarde enquanto processamos o seu pedido